sábado, 26 de julho de 2008

Sem sustos

Infelizmente não me assombro com algo que tenha lido há muitos anos. Posso ter ficado impressionado, ter gostado e até achado legal alguns livros, mas a maioria é chata. Abandono no meu do caminho. Talvez o problema seja comigo.

Para tirar um pouco o peso das minhas costas, vi dois amigos meus dizendo que o mesmo acontece com eles com música e cinema - uma arte para cada pessoa. Acham tudo monótono, repetitivo, contando a mesma história de há cinqüenta gerações.

Talvez, com a idade, as novidades vão se escasseando. Ou simplesmente ficamos mais chatos. Infelizmente.

3 comentários:

Adriana Enne disse...

Concordo que de um tempos pra cá quase nada teve cara de "novidade" em termos de literatura, cinema ou música. Tudo copiado ou inspirado em algo já existente.

Mas estamos vivendo agora uma nova "efervecência" cultural com as novas tecnologias, os novos comportamentos e maneiras de nos relacionarmos.

Com olhar atento à nova realidade e bastante criatividade dá para se produzir coisas inovadoras.

Boto fé nas novas produções que estão surgindo!

Aliás, acho que tem muita coisa boa por aí bem escondida!

Infelizmente, no mundo cultural, nem sempre são os bons que aparecem!

Ronaldo disse...

É, eu também acho que o problema sou eu - estou sendo exigente, sem procurar os meios.

bjs

Adriana Enne disse...

não dá pra corrigir efervescência?digitei errado..rs