segunda-feira, 19 de julho de 2010

Kafka inédito

É hoje. Hoje que o mundo pode descobrir novas obras-primas de Kafka. Uma caixa com manuscritos inéditos do autor tcheco-judeu-que-escrevia-em-alemão será aberta em um banco suíço.

O legado de Kafka é um tema interessante. Para começar, ele tinha pedido ao seu amigo Max Brod que o queimasse, assim que morresse. Como se percebe, não foi o que aconteceu. Brod se mudou para Israel, portanto o Estado judaico acredita que o trabalho do autor de "O processo" pertence a ele. Mas, a Alemanha, também. E a caixa está na Suíça.

Mais informações sobre os inéditos e toda a batalha judicial (kafkiana?) aqui.

Um comentário:

Raisa disse...

Olá, aproveito a passagem pelo blog para fazer o convite. Me chamo Raisa e faço parte do elenco do LABIRINTO KAFKA, que está em cartaz em São Paulo no Teatro João Caetano (Av. Borges Lagoa, 650, próx. ao Metrô Sta. Cruz)até 12 de setembro. O nosso grupo, a Confraria dos Ritos, trabalha a metodologia dos Ritos do Ator e do Teatro Fractal, buscando novas formas para além do realismo. Nesse trabalho nos alimentamos de tudo o que possa ser Kafkaniano para fazer esse espetáculo que conta com um Kafka metamorfoseado em si mesmo. Viajamos pelos universos do "O Processo" e "A Metamorfose".
O site do grupo e do espetaculo www.confrariadosritos.com
Obrigada, Raisa